QUEM SOU?

Chamo-me Irene mas gosto que as pessoas me chamem Ire. Eu venho de Santiago de Compostela. Tenho 25 anos e é a primeira vez que me atrevo a voar longe de casa. Depois de tirar uma licenciatura em Educação Social e de trabalhar na Galiza numa associação, senti que era o momento de conhecer novos lugares e viver uma experiência de mobilidade.

Eu sou criativa, observadora, muito sorridente e tranquila. Eu gosto muito de tudo o que está relacionado com a arte, porque faz parte da minha vida e da minha profissão. Além disso, gosto muito de conviver com as minhas colegas, de ir a festivais de música, passear pelos museus, de tomar um bom café, sair á noite e desenhar novos projetos artísticos.

Processed with VSCO with b1 preset

 

A GALEUROPA

Quando comecei esta experiência eu tinha claro que gostava de fazer um estágio com pessoas com diversidade funcional, porque na época de estudante na Galiza trabalhei com este público e gostei muito. Em Lisboa estou a fazer o estágio na Cedema, que é uma associação de pessoas com diversidade funcional e física, mais concretamente na Sala de Arte, onde existe um projeto de inclusão que pretende empregar esta ferramenta como motor de mudança e de aumento da autoestima e autonomia. Além disso, também levam a cabo atividades de dança, reabilitação, desporto adaptado e saídas culturais.

Tenho liberdade de trabalho na associação, estando eu a desenvolver um projeto de arte e emoções, para visibilizar este coletivo que tem tantos estigmas sociais e para que os e as utentes aprendam com as suas próprias emoções. Uma instalação artística para expor num local em Lisboa, é algo que será uma grande oportunidade para mim.

EXPERIÊNCIA EM LISBOA

O que eu mais gosto de Lisboa é a quantidade de coisas culturais e sociais que se pode fazer todos os dias! A cidade é muito eclética. Perder-se pelas ruas e acabar encontrando um grafiti, miradouro ou cantinho que assombra. A interculturalidade é muito boa aqui, é uma sociedade em que convivem muitas culturas diferentes.

O que eu menos gosto: as filas no metro em hora de ponta, há que estar preparado para isso! Quanto ao machismo, é um tema que ainda persiste em existir e está muito presente na sociedade, algo do que não gosto muito.

O que mais gosto de fazer no meu tempo de lazer é comer os pastelinhos de nata do Pingo Doce, assombrosamente são os melhores, pá! Beber uma imperial no miradouro de Santa Catarina e caminhar pelo Lx Factory.

As palavras portuguesas que mais gosto são gira/o e “é fixe”.

Os meus lugares favoritos em Lisboa são: Lx Factory, miradouro de Santa Catarina, a loja A Outra Face Da Lua e o Pub Damas.

3 Sonhos/desejos para a mobilidade:

Entre os sonhos que eu quero desta experiência: sonhar mais alto em português, pelas ruas de Lisboa, perder-me e desfrutar sem pensar muito mais além. Apesar de que eu gostaria de aprender mais competências profissionais e voltar a casa com a sensação de ter aproveitado ao máximo a cidade e de ter conhecido gente e lugares muito fixes!

image1

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s