Durante o ano 2018 recebemos no CLUBE dois  grupos de professores da República Checa através do National Institute for Further Education  (NIDV)que trabalham na área do ensino e do desenvolvimento global. Esta já não é a primeira visita do NIDV a Lisboa com o Clube. O objetivos destas visita foi  o de conhecer o património da política colonial, inclusão dos filhos de ex-colónias (crianças, jovens e adultos de outras origens nomeadamente as de países terceiros fora da União Europeia), mas também as de etnia cigana bem como conhecer diferentes escolas e projetos educativos  que se destaquem por uma pedagogia inovadora e inclusiva.

Os professores representam vários graus do ensino: pré escolar, básico e secundário. Na sequência de termos organizado uma outra visita semelhante em junho passado para um grupo checo da mesma instituição, foi possível proporcionar mais uma vez uma visita única e ainda mais  personalizada pois sabíamos à partida que o que mais valorizam é o contacto direto com crianças e jovens (inclusive foram organizados mini encontros em que alunos estrangeiros explicavam as suas aprendizagens ou projetos), a participação num almoço confeccionado e servido por alunos e alunas de curso de cozinha, a descoberta de projetos pedagógicos realizados por alunos ou turmas e a troca de informação sobre metodologias com outros profissionais.

A visita teve tanto sucesso que a viagem do grupo foi até publicada no site do NIDV.

“Em 2018, o Instituto Nacional de Educação Superior organizou um total de sete viagens de estudo ao exterior para professores de escolas primárias e secundárias sobre vários tópicos de educação para o desenvolvimento global. O objetivo dessas atividades era permitir que os professores usassem a experiência de colegas estrangeiros no ensino e tomarem consciência sobre a importância da educação para o desenvolvimento global. A funcionária de longa data da NIDV, Jitka Rydvalová, uma técnica de educação de tempos livres, também esteve em Lisboa com a NIDV. Pedimos a ela para nos dar uma breve introdução à estadia.” Link para artigo do NIDV

A visita compreendeu:

O Museu do Aljube

O Museu do Aljube – Resistência e Liberdade  é um museu dedicado à memória da luta contra a ditadura e o reconhecimento da resistência para a liberdade e a democracia. Pretende preencher uma lacuna no tecido museológico português, projetando a valorização desta memória na construção de uma cidadania responsável e assumindo a luta contra a amnésia permissiva e, como muitas vezes, cúmplice da ditadura que enfrentámos entre 1926 e 1974.

O Agrupamento de Escolas Patrício Prazeres

O agrupamento de Escolas Patrício Prazeres está localizado na Junta de Freguesia de Penha de França e São Vicente, acolhendo assim os alunos destas paróquias e outros contíguos. A escola foi distinguida com o Selo Escola Intercultural, que se destaca no desenvolvimento de projetos que promovem o reconhecimento e a valorização da diversidade como oportunidade e fonte de aprendizado para todos.

A Associação dos Deficientes das Forças Armadas

A ADFA é uma associação que assegura os direitos dos militares deficientes, reivindicando e desenvolvendo condições que possibilitem o pleno exercício da cidadania. Os seus objetivos são  prosseguir com ações sociais e contribuir para a resolução dos problemas dos membros e assegurar e fortalecer o reconhecimento como um órgão representativo para a defesa dos direitos dos militares com deficiência.

O Projeto Sementes A Crescer

É um projeto gerido pelo Clube Intercultural Europeu destinado a crianças e jovens. Tem como objetivo combater o abandono escolar precoce. O projeto é apoiado pelo “Programa Escolhas”, desenvolvido pelo Alto Comissariado para a Migração.

O Agrupamento de Escolas Dr. Azevedo Neves

Um consórcio escolar que inclui educação pré-escolar, primária e secundária, educação regular e cursos profissionais.

O Espaço C3

Trata-se de um espaço multiusos, de trabalho colaborativo, de formação e de capacitação que valoriza e cria dinâmicas no território para o desenvolvimento da sua população.

É um espaço gerido pelo Clube Intercultural Europeu e fruto de um projeto BIP/ZIP (promovido pela Câmara Municipal de Lisboa) com o apoio do consórcio das seguintes entidades:  Associação de Moradores Viver Melhor no Beato, ArqCoop, Fundação Aga Khan, J. F. do Beato e Santa Casa da Misericórdia de Lisboa. Apresenta-se como o primeiro negócio social do território onde está inserido – o antigo bairro da Curraleira nas Olaias.

O projeto Sabura. Tourism in Cova da Moura

A associação cultural Moinho da Juventude recebe grupos, escolas e associações para visitar o distrito e descobrir os seus projetos. O objetivo é mostrar a realidade de um modo diferente daquele estigmatizado pela comunicação social que confunde eventos pontuais com a vida quotidiana normal. Vivenciando a dinâmica social do bairro, os participantes podem apreciar o patrimônio cultural e humano, sua riqueza étnica e seu exemplo de integração.

O Agrupamento de Escolas de Carcavelos

A escola de Carcavelos é frequentada por mais de 2000 alunos do 1º ao 12º ano. Em setembro de 2007, passou a ser sede do Agrupamento de Escolas de Carcavelos, integrando, além do 3º Ciclo e Secundário, alunos do Pré-Escolar, 1º e 2º Ciclos. Atualmente, o Agrupamento de Escolas de Carcavelos tem sete escolas agregadas à Escola Sede. No Agrupamento de Escolas de Carcavelos, os alunos com dificuldades são colocados em turmas mais pequenas, currículos adaptados, com mais professores e mais apoios, até que consigam recuperar, pois é uma agrupamento que defende o fim das retenções e já o faz há 12 anos.

A Creche “Os Aprendizes”

Os Aprendizes são uma escola inclusiva, estando aberta a todas as crianças, qualquer que seja a sua nacionalidade, condição social ou religião, independentemente das suas aptidões intelectuais, artísticas, físicas ou outras. Tem diferentes distinções como de rede de escolas Unesco, escola intercultural , selo escola saudável.

A Escola Superior de Educação de Lisboa

Esta integra a rede de estabelecimentos do ensino superior politécnico instituída em 1979. Tem por objetivos fundamentais:

  • A formação de professores e outros agentes educativos com elevado nível de preparação nos aspeCtos cultural, científico, técnico e profissional
  • A formação humana, cultural, científica e técnica de todos os seus membros
  • A realização de atividades de pesquisa e investigação
  • A prestação de serviços à comunidade
  • O desenvolvimento de projetos de formação e reconversão de agentes educativos
  • O intercâmbio cultural, científico e técnico com instituições públicas e privadas, nacionais e estrangeiras, que visem objetivos semelhantes
  • A contribuição, no seu âmbito de atividade, para a compreensão internacional e para a aproximação entre os povos, com especial destaque para os países de língua oficial portuguesa.

O Centro “Norte- Sul”

O Centro Europeu para a Interdependência Global e a Solidariedade do Conselho da Europa – mais comumente conhecido como “Centro Norte-Sul” – foi criado em Lisboa com o objetivo de difundir os valores universais defendidos pelo Conselho da Europa – democracia de direitos humanos e o Estado de direito – para além do continente europeu.

A missão do Centro Norte-Sul é capacitar a sociedade civil, em particular os jovens e as mulheres, através do diálogo intercultural e da educação para a cidadania global, para desempenhar um papel ativo nos estados membros do Conselho da Europa e nas regiões vizinhas.

O Agrupamento de Escolas Eça de Queirós

O Agrupamento de Escolas Eça de Queirós destaca-se por um projeto educativo inovador envolvendo novos cenários de aprendizagem, novas pedagogia, novas metodologias e a utilização  apropriada das tecnologias. Durante os últimos anos, as temáticas sucessivamente adotadas para o agrupamento espelham a história do percurso desta unidade orgânica que conta com ensino básico,  cursos científicos- humanísticos e cursos profissionais como organização de eventos , apoio à gestão ou artes do espectáculo e multimédia.

Nesta escola realiza-se um trabalho de articulação curricular dirigido para a  Educação para a Cidadania Global, assim como a Inclusão Educacional e as questões da diversidade cultural.

Anúncios