Clube presente na AG da Alda

De 10 a 13 de Maio o Clube fez-se representar na Assembleia Geral da ALDA, Associação Europeia para a Democracia Local, da qual é membro desde 2014.

O encontro teve lugar em Torun, Polónia e estiveram presente várias associações Europeias e do Magreb, totalizando mais de 170 participantes.

Para além da votação sobre o orçamento e o programa de actividades da associação, houve também oportunidade para os participantes reunirem-se para discutir assuntos como a participação civil na democracia local e cidadania e ainda o papel de uma educação formal e informal neste contexto.

Houve ainda tempo para uma visita guiada à bela cidade de Torun, uma noite cultural com jantar de grupo com um concerto de blues, entre outras actividades.

Podem saber mais através da da seguinte pagina: http://www.alda-europe.eu/newSite/news_dett.php?id=1909

Tornar-se fãs da página da Rede DLBC Lisboa no facebook

Divulgamos! Rede DLBC (Rede de Desenvolvimento Local de Base Comunitária) de Lisboa composta por muitas organizações e associações de Lisboa. O Clube é membro desta rede cujos orgãos sociais tomaram posse ontem. Tornem-se fãs da página da Rede DLBC Lisboa para acompanharem todos os seus desenvolvimentos.

Clube is part of network ALDA

Get to know ALDA, one the networks Clube Intercultural Europeu is a part of.ALDA_eald_LOGO_RGB_EN
ALDA – the European Association for Local Democracy is a non-governmental organisation dedicated to the promotion of good governance and citizen participation at the local level. ALDA in particular focuses on activities that facilitate cooperation between local authorities and civil society.

ALDA was established in 1999 at the initiative of the Council of Europe’s Congress of Local and Regional
Authorities to coordinate and support a network of Local Democracy Agencies which was established in the early 1990s. It remains one of its supporting programmes. It is the umbrella organisation of the Local Democracy Agencies which are self-sustainable, locally registered NGOs that act as promoters of good governance and local self-government.

ALDA is a membership based organisation gathering more than 190 members – including Local Authorities, Associations of Local Authorities and non-governmental organisations – from over 35 countries. ALDA is funded through membership fees and project funding from the European Commission, the Council of Europe and other public and private donors.

What is unique about ALDA?

Most of ALDA’s work is based on the method of multilateral decentralized cooperation. This method involves a multi-stakeholder approach which focuses on strong partnerships between Local Authorities and non-governmental organisations. These partnerships create positive synergy and ensure that common goals are reached in a successful way.

What we do?

In the framework of promoting good governance and citizen participation at the local level ALDA focuses on various themes, such as European integration, decentralisation, civic initiatives and volunteering, human rights and sustainable economic development.

Where we work?

ALDA works in most of Europe and the European Neighbourhood countries. Activities in the European Union focus in particular on the promotion of Active European Citizenship. Activities in the Western Balkans and European Neighbourhood focus on good governance, citizen participation, European integration and decentralisation.

Most of the Local Democracy Agencies are located in the Western Balkans, which gives a natural focus on that area. But ALDA is also becoming more and more active in the European Neighbourhood. In 2006 a Local Democracy Agency was established in Kutaisi in Georgia and in 2011 a Local Democracy Agency was opened in Gyumri in Armenia. In 2015, the LDA of the Dnipropetrovsk Region in Ukraine was opened. ALDA is also leading several other projects and developing partnerships in other European neighbourhood countries, such a Belarus, Morocco, Tunisia and Turkey.

Rede Europe-Mediterrânica MER – Mobilidade Intercâmbios Reciprocidade

[scroll down for english / version française plus bas]

Logo 3

PT – APRESENTAÇÃO DA REDE M.E.R

Durante a semana de 17 a 24 de Janeiro de 2015, em Marselha, a associação Une Terre Culturelle organizou o grande encontro de cooperação “M.E.R. – Mobilidade, Intercâmbios, Reciprocidade” com os seus parceiros, com objetivo de avançar no sentido da criação e do reforço de ferramentas de cooperação e de trabalho em rede. Este projeto é apoiado pelo programa Erasmus+, a Região Provence Alpes Côte d’Azur e a Agência Franco-Alemã pela Juventude (OFAJ/DFJW).

Este encontro juntou organizações trabalhando com juventude baseadas em Argélia, Alemanha, Chipre, Espanha, Egipto, Itália, França, Macedónia, Marrocos, Portugal, Países Baixos, Palestina, Tunísia e Turquia.

O trabalo sobre uma carta descrevendo os valores comuns da rede, os seus princípios e objetivos, esteve no centro do programa deste encontro, para reforçar as ações que iriam começar a desenvolver neste âmbito.

Para este fim, os/as participantes chegaram à decisão de repartir e juntar as estruturas conforme a sua localização geográfica. Assim foram constituídos quatro grupos de trabalho: Norte da Europa, Sul da Europa, Magrebe e Oriente, grupos que podem mais facilmente comunicar internamente. A difusão dentro da rede é primordial e será dinamizada pelos/as voluntários/as presentes em cada um destes setores. Depois da criação da identidade visual da plataforma MER, da implementação de uma circulação das informações coerente, o objetivo será abrir os conteúdos a um público maior. A Rede M.E.R. estabeleceu com objetivos favorecer o contato entre parceiros/as da rede para a realização de ações educativas interculturais de mobilidade para a juventude; apoiar e reforçar as nossas associações para a partilha da informação, de boas práticas, de recursos e de formação; implementar uma estratégia comum de comunicação para tornar visível os nossos princípios, as ações dos membros da rede em direção da sociedade e influenciar as políticas públicas pela mobilidade da juventude.

FR – PRESENTATION « RESEAU M.E.R. »

La semaine du 17 au 24 janvier 2015 à Marseille, l’association Une Terre Culturelle a organisé la grande rencontre de coopération « M.E.R. – Mobilité, Echange, Réciprocité » avec ses partenaires dans le but d’avancer sur des outils de coopération et de mise en réseau. Ce projet est soutenu par le programme Erasmus+, la Région P.A.C.A. et l’OFAJ.

Cette rencontre regroupait des structures œuvrant pour la jeunesse, basées en Algérie, en Allemagne, en Chypre en Espagne, en Egypte, Italie, France, Macédoine, au Maroc, au Portugal, au Pays-Bas, en Palestine, en Tunisie et en Turquie.

Le travail sur une charte décrivant les valeurs communes du réseau, leurs principes et leurs objectifs a été au cœur du programme de ce rassemblement, pour renforcer les actions qu’ils commenceront dans ce cadre-là.

Pour se faire, les participant-e-s se sont mis d’accord sur la répartition et le regroupement des structures selon leur situation géographique. Ainsi, il a été constitué quatre groupes de travail : au Nord de l’Europe, Sud de l’Europe, Maghreb et Orient, pouvant plus facilement communiquer entre elles. La diffusion des informations au sein du réseau est primordiale et sera animée par les volontaires présents dans chacun de ces secteurs. Une fois l’identité visuelle de la plateforme M.E.R. trouvée, la circulation des informations cohérente entre les membres mise en place, le but serait d’ouvrir l’accessibilité aux contenus à un plus grand public. Le « Réseau M.E.R. se donne comme objectifs de favoriser le contact entre les partenaires du réseau pour la mise en place des actions éducatives interculturelles de mobilité pour la jeunesse ; de soutenir et renforcer nos associations par le partage d’information, de bonnes pratiques, des ressources et la formation ; de mettre en place une stratégie commune de communication pour rendre visible nos principes, les actions des membres et du réseau en direction de la société et d’influencer les politiques publiques pour la mobilité de la jeunesse.

EN – PRESENTATION « NETWORK M.E.R. »

Une Terre Culturelle organized the cooperation meeting “M.E.R. – Mobility – Exchange, Reciprocity” with its partners in order to advance on the tools of cooperation and networking, the meeting took place in Marseilles from the 17th to the 24th of January, 2015. This project is supported by the Erasmus + program, the PACA Region and the french german youth office.

This cooperation meeting brought together structures working for youth, based in different Algeria, Germany, Cyprus, Spain, Tunisia, Turkey, Macedonia, Italy, France, Netherlands, Palestine, Egypt, Portugal and Morocco.

The work on a charter describing the shared values ​​of the network, their principles and objectives was at the heart of this cooperation meeting, in order to strengthen the actions the partners wish to implement in this context.

Therefore, the participants have agreed on the distribution and grouping of organizations according to their geographical location. Thus were established four working groups: the Northern Europe, Southern Europe, North Africa and the Orient, to facilitate the communication among the partners. The dissemination of information within the network is essential and will be facilitated by volunteers working in each of these areas. Once the visual identity of the “Network M.E.R.” found, and when the establishment of a consistent flow of information among members will be assured, the goal is to open access to the content of the platform to a larger public. The “Network “M.E.R.” commits to take actions in order to achieve the following goals : encouraging the contact between partners of the network in order to undertake educational and intercultural actions of youth mobility ; Supporting and strengthening our associations by sharing of information, best practices, resources and training ; setting up a common communication strategy to increase visibility of our principles, the actions of our members and the network in favour of the society
and influencing public policies in terms of youth mobility.

Cinema para os Ouvidos – Dia da Diversidade Cultural no Clube Intercultural Europeu e na rede MER – 21/05/2015

CARTAZCinema dos Ouvidos

Na próxima quinta-feira, venham celebrar o Dia Internacional da Diversidade com esta sessão de Cinema para os Ouvidos no Clube Intercultural Europeu!
Esta sessão apresentará vários programas da nossa webradio intercultural, multilingue e pedagógica, alguns sobre diversidade cultural, outros sobre a Europa, e outros com surpresas… Será uma oportunidade para descobrir através do som as várias facetas do trabalho do Clube, mas também representantes de vários parceiros, sejam franceses (CEMEA Rhône-Alpes, Fédération des Ecoles) ou locais (Teatro Ibisco).
Ouvir juntos estes programas será a nossa maneira de celebrar o Dia Internacional da Diversidade Cultural e a construção da rede euro-mediterrânica MER, uma rede de organizações trabalhando com jovens, presente em 15 países da Europa e do Mediterrâneo, que tem como objetivo promover a Mobilidade, os Intercâmbios e a Reciprocidade.

logo radio clube doré
…E para quem não puder estar presente na sessão de Cinéma dos Ouvidos, os programas serão publicados no nosso blogue e soundcloud também na quinta-feira!

Logo 3
Esta ação enquadra-se no dia de ações simultâneas da rede M.E.R pela diversidade e o diálogo intercultural.

Para saber mais sobre as outras ações da rede M.E.R para o dia 21 de Maio: https://www.thinglink.com/scene/649936627409354754

Mais sobre a Rede M.E.R:

Durante a semana de 17 a 24 de Janeiro de 2015, em Marselha, a associação Une Terre Culturelle organizou o grande encontro de cooperação “M.E.R. – Mobilidade, Intercâmbios, Reciprocidade” com os seus parceiros, com objetivo de avançar no sentido da criação e do reforço de ferramentas de cooperação e de trabalho em rede. Este projeto é apoiado pelo programa Erasmus+, a Região Provence Alpes Côte d’Azur e a Agência Franco-Alemã pela Juventude (OFAJ/DFJW).

Este encontro juntou organizações trabalhando com juventude baseadas em Argélia, Alemanha, Chipre, Espanha, Egipto, Itália, França, Macedónia, Marrocos, Portugal, Países Baixos, Palestina, Tunísia e Turquia.

O trabalo sobre uma carta descrevendo os valores comuns da rede, os seus princípios e objetivos, esteve no centro do programa deste encontro, para reforçar as ações que iriam começar a desenvolver neste âmbito.

Para este fim, os/as participantes chegaram à decisão de repartir e juntar as estruturas conforme a sua localização geográfica. Assim foram constituídos quatro grupos de trabalho: Norte da Europa, Sul da Europa, Magrebe e Oriente, grupos que podem mais facilmente comunicar internamente. A difusão dentro da rede é primordial e será dinamizada pelos/as voluntários/as presentes em cada um destes setores. Depois da criação da identidade visual da plataforma MER, da implementação de uma circulação das informações coerente, o objetivo será abrir os conteúdos a um público maior. A Rede M.E.R. estabeleceu com objetivos favorecer o contato entre parceiros/as da rede para a realização de ações educativas interculturais de mobilidade para a juventude; apoiar e reforçar as nossas associações para a partilha da informação, de boas práticas, de recursos e de formação; implementar uma estratégia comum de comunicação para tornar visível os nossos princípios, as ações dos membros da rede em direção da sociedade e influenciar as políticas públicas pela mobilidade da juventude.

USER – Espaço público, Participação, desenvolvimento local, coesão

User2

A 27 e 28 de fevereiro, o Clube participou pela primeira vez em encontros de trabalho e no dia aberto do Grupo de Acção Local do User Lisboa + SAAL. Participámos enquanto entidade gestora do projeto escolhas Sementes a Crescer. Com efeito, o Projeto  Sementes a Crescer esteve envolvido, desde o início, nas várias fases deste processo, dado o Sementes ser um projeto de intervenção socioeducativa  numa das duas freguesias abrangidas pelo USER, a freguesia do Beato.  Neste workshop de 27 e 28 de fevereiro participaram ao longo dos dois dias cerca de 60 pessoas entre representantes da Câmara Municipal de Lisboa, trabalhadores/as da CML, representantes das juntas de freguesia de Penha de França e do Beato, representantes de diversas associações do território, pessoas morando numa das duas freguesias. O diagnóstico participativo efetuado no âmbito do USER contém um levantamento importante e relativamente exaustivo das realidades socioeconómicas do território, dos equipamentos existentes e de problemas detetados nestas duas freguesias. Nele estão também recenseadas diversas propostas de várias pessoas, moradores/as, associações e entidades locais.

Durante o workshop de 27 e 28 de Fevereiro foi feito um resumo de todo o trabalho efectuado até aqui e dos passos a seguir. Para além disso, os/as participantes foram passando por 5 grupos de discussão correspondendo cada um a uma unidade de paisagem integrada nos territórios do Beato e da Penha de França, reflectindo sobre cada proposta e procurando elencar prioridades.

Desde esse encontro, e dado não se ter conseguido chegar a um consenso entre os/as presentes, foi criado o Grupo de Trabalho do Eixo I – Ecossistema Urbano e Ambiental, para que no seio desse grupo de trabalho fossem priorizadas e votadas a proposta ou as propostas a serem executadas no âmbito do Orçamento Prioritário USER (€ 90.000,00 + IVA). Esse grupo já reuniu por duas vezes, existindo neste momento 4 grande propostas (incidindo sobre o estaleiro, a encosta nascimento da costa, o parque intergeracional no bairro do Horizonte e as acessibilidades do Horizonte) que deverão ser objecto de votação no próximo dia 17 de Abril, pois somente 1 ou duas no máximo (tendo em conta o orçamento neste momento disponível) poderão ser desde já levadas a cabo. Todas as outras objecto de identificação e discussão ao longo do processo USER integrarão o Plano de Acção Local.

USER1

O Que é o USER?

É um projecto Europeu, do Programa URBACT II, onde participam 9 cidades que pretendem o envolvimento das comunidades locais na construção e melhoria de espaço público que permita suportar um modelo de Desenvolvimento Local que garanta a coesão social da cidade.

Iremos dando noticias sobre este processo. Podem também obter mais informações aqui: habitacao.cm-lisboa.pt/index.htm?no=2745001